#57 TULIP

29 de setembro de 2016

Fala, cabraiada! Estamos de volta em mais um episódio e dessa vez para tratar sobre a rosa mais conhecida do calvinismo: a TULIP (ou os cinco pontos do calvinismo). Nossa pretensão é tratar de cada um deles ao longo de uma série de episódios, mas neste início caberia algumas perguntas básicas para entendermos um pouco a origem dos pontos, do acróstico inglês (TULIP) e mesmo de sua relevância para o calvinismo e para o evangelicalismo atual. Convocamos o sertanejo e ouvinte do podcast, Irandavid Gomes, para bater esse papo arretado! Então, se avexe e dê logo o play!

Citados no episódio

No Balaio

Redes Sociais

Email

Mande um e-mail aí Cabra da Peste

RSS Feed

Assine o nosso feed e tenha sempre OsCabraCast com você!

Deixa de leriado e ouça aí

Download da versão zipada, aqui.

Na trilha do episódio

Créditos

A edição ficou por conta de Ivandro Menezes.
A vitrine deste episódio é de Rafa Souza.
Vinhetas criadas por Ariel Jaeger.
O tema de abertura é a música Cangaço da banda paraibana Cabruêra.

Faça seu comentário Cabra da Peste


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

8 comments on “#57 TULIP

  1. AMÉM!!!
    hahahaha

    baixando já!
    depois volto

  2. Eduardo Urias set 29, 2016

    Mas olhe só!!! Vou baixar pra ver se tem treta!!! hehehe

  3. Sobre a questão dos debates, sou da turma do Ivandro. Existem assuntos que não precisamos debater, pois não nos levará a nada. Não descarto a possibilidade de um debate maduro e inteligente, comparando posições teológicas, mas a teologia só é saudável quando é aplicável. É tipo o que Tiago fala sobre obras: “me mostre sua teologia que só serve pra debater e eu te mostro a minha que é aplicável e muda vidas”. Como exemplo, a declaração de fé da igreja em que congrego possui o item sobre Soteriologia voltado mais para a linha almiraldiana (Calvinista de “4 ponto”). Apesar de eu seguir uma linha mais calvinista, por uma questão de unidade, quando prego, sigo a linha da igreja. Se eu quiser usar o púlpito pra defender a minha visão, pode acontecer o que aconteceu na Igreja de Corinto, como vemos em 1 Coríntios.
    Em outras palavras, é importante cultivar o respeito, pois também é uma forma de amor.

    Abraço
    EddieTheDrummer (PADD)

  4. Lourival G out 4, 2016

    Eu cresci em ambiente arminiano,porém deixo algumas questões tipo: “ITssssssss Timeeeee” , kkk ,pra um bate papo mais junto ou estudo mais direcionado.Estivemos estudando sobre apocalipse no caso.Escatologia é outro assunto que dá pano pra manga,mas os estudos ficaram muito no dispensacionalismo Pré-tribulacionista; pegada de nossa denominação.As outras linhas teológicas foram estudadas bem superficialmente.Como o Edd falou, fazer alguns levantamentos teológicos no púlpito tem lá suas ressalvas,mesmo estando certo.Na verdade quando fizermos algumas abordagens,tem que ser a conta gotas.kkk.
    Ah,ainda estou muito ligado ao arminianismo ,mas eu daria um TULIP a minha esposa,afinal elas são lindas.kkkkk

OsCabraCast © 2015