Onde está o teu Deus?

11 de dezembro de 2014

Há alguns dias fico remoendo e procurando um tempo para voltar a escrever, porém quando o encontro, encaro a página em branco e o teclado negro. Enfim, decidi começar a escrever movido por uma inquietação que não consigo descrever, mas que persiste em mim incomodar.

Talvez seja a época ou a expectativa de minha mudança para uma nova cidade, estado e casa. O estranhamento da mudança, o Leonardo Gonçalves cantando “Novo” na TV, o frio do ar condicionado será tudo isso que me inquieta? Será tudo isso que me traz a refletir no que escrevo? Ou seria a minha orfandade humana gritando de saudade? Não sei.

Contudo, como convém nominar a angústia, direi que tenho refletido e me incomodado com questões tão profundas… profundas quanto o interior de minha alma. Talvez tão profundas quanto à beleza de um poema bem escrito ou quanto a lágrima de alguém a sofrer.

Fico me perguntando quando paramos de nos importar. Quando as nossa regras se tornaram mais importantes que amparar o pobre e necessitado? Quando o nosso conforto se tornou mais importante que consolar uma mãe a chorar a morte do filho enforcado pelas suas misérias? Quando deixamos de nos importar com tantos suicídios em nossas cidades e passamos a nos importar mais com os homossexuais? Quantas tragédias reais serão necessárias para que nosso amor virtual se torne real?

Enquanto o Leonardo Gonçalves fala das promessas de Deus, eu me perco nos muitos questionamentos que faço a mim mesmo. Num momento, lembro-me da Esperança, no entanto, não consigo compreendê-la como concreta para mim! Envergonho-me ao lembrar que, em meus pecados e ausências, tenho procurado Deus em lugares altos, mas esquecido de buscá-lo onde Ele realmente está… no outro.

Faça seu comentário Cabra da Peste


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

OsCabraCast © 2015