Fala, cabraiada! Estamos de volta com nosso Correio Elegante, nossa sessão de comentários, peixeiradas e outras flexões! Eis o retorno do nosso carteiro, Heder Judson, e seu pertinente senso de humor comentando o feedback do episódio…

Fala, cabraiada! Desde longa data, que a arte de narrar histórias encanta pessoas. Romances, contos, biografias, ensaios, crônicas, poesia escancaram a nossa alma e revela-nos sentimentos e emoções inéditas ou escondidas. Vibramos, choramos, torcemos por…

Fala, cabraiada! Estamos de volta com nosso Correio Elegante, nossa sessão de comentários, peixeiradas e outras flexões! Aqui nosso carteiro comenta suas impressões do episódio #42 Fé e Obras. Então, deixa de leseira e dê…

Fala, cabraiada! A carta de Tiago é uma dos livros bíblicos mais pragmáticos. Comparado ao Sermão do Monte, a carta é composta de uma sequência de homilias sem muito relacionamento umas com as outras. No…

Fala, cabraiada! Estamos de volta com nosso Correio Elegante, nossa sessão de comentários, peixeiradas e outras flexões! O carnavalesco Heder Judson comenta suas impressões do episódio #41 Carnaval. Então, deixa de leseira e dê o play! No Balaio…

Fala, cabraiada! O carnaval é a nossa maior festa popular! São diversas manifestações culturais, ritmos e festas regionais (e nacionais) para celebrar a carne! Mas é possível redimir o carnaval? Há espaço para o cristão no…

Fala, cabraiada! Estamos de volta com nosso Correio Elegante, nossa sessão de comentários, peixeiradas e outras flexões! O nada gnóstico Heder Judson comenta suas impressões do episódio #40 Gnosticismo Evangélico. Então, deixa de leseira e dê o play!…

Fala, cabraiada! Já teve a sensação de que, em algumas pessoas os líderes espirituais agem como se fossem mais poderosos que os demais membros? Ou talvez você conheça aquele irmãozinho que exalta a mulher que não…

Fala, cabraiada! Estamos de volta com nosso Correio Elegante, nossa sessão de comentários, peixeiradas e outras flexões! O serelepe Heder Judson comenta suas impressões do episódio #39 A moralidade da arte. Então, deixa de leseira e dê o play!…